Vagas de emprego na Irlanda para brasileiros

Vagas de emprego na Irlanda para brasileiros

Há muitas vagas de emprego na Irlanda para brasileiros. Para encontrá-las, basta saber como e onde procurar. E falo isso por experiência própria, pois vivi e trabalhei na linda Ilha Esmeralda (apelido carinhoso do país) por um ano. E que 365 dias maravilhosos, minha gente!

Antes de dar sequência no conteúdo, no entanto, é importante ressaltar que há dois perfis de brasileiros. O primeiro é aquele que ainda vive no Brasil e quer conquistar um emprego na Irlanda antes de ir embora.

E o segundo é aquele que já mora por lá e precisa encontrar uma ocupação para pagar as contas. Contas caras, diga-se de passagem, pois o euro está nas alturas, como você pode ver na cotação da home do Brasileuro.

Mas vamos ao assunto!

Encontrar vagas de emprego na Irlanda morando no Brasil

Se você está no Brasil e quer encontrar uma vaga em Dublin ou outra cidade, corra para o LinkedIn. A rede social é uma vitrine de emprego e um espaço perfeito para fazer networking.

No momento da redação deste texto, por exemplo, há 45 vagas na Irlanda para falantes de português – todas abertas nos últimos sete dias. Veja aqui com seus próprios olhos! Ou seja, brasileiros já têm vantagem na seleção.

Já na pesquisa no LinkedIn sem filtro por idioma, há 10.583 empregos no país, publicadas entre a quarta-feira da semana passada e hoje – uma quarta-feira, dia 13 de outubro de 2021. Sim, é isso mesmo que você leu.

OK, mas e depois de encontrar a vaga, o que fazer?

Depois de encontrar aquela oportunidade que se encaixa no seu perfil, é hora da seleção. Cada vaga na Irlanda tem um tipo diferente de processo, mas o básico em praticamente todos eles é o envio do currículo.

Os CVs precisam estar no modelo europeu, aceito em todos os países da União Europeia. E o legal é que esse formato vale tanto para empregos como para universidades. Portanto, se em vez de vagas na Irlanda você quer estudar fora, as regras são as mesmas.

Um detalhe que vale ressaltar é o seguinte: se o job que você encontrou no LinkedIn foi publicado pelo próprio dono da empresa – alguns CEOs de startups fazem isso -, por que não mandar uma mensagem privada para ele ou ela e falar do seu interesse? Na conversa, cuidado para não escorregar no inglês, ok? Veja aqui alguns aplicativos para você treinar o idioma.

História de quem conseguiu emprego na Irlanda morando no Brasil

O ‘brasileuro’ Ismael Neubert conseguiu uma vaga de emprego em Limerick, uma das maiores cidades da Irlanda, em 2017, ainda morando no Brasil. Ele contou a história em seu canal do YouTube. Em resumo, Neubert falou que se inscreveu em um site de emprego de lá e criou alertas para vagas de barbeiro, profissão que tinha no Brasil. Deu certo!

Confira o vídeo:

Melhores sites para encontrar emprego na Irlanda

Além do LinkedIn, também é possível encontrar vagas de emprego na Irlanda em sites. Um dos mais famosos e conhecidos é o Recruit Ireland. Nele, é possível usar diversos filtros por cidade, segmento do trabalho, cargo etc.

Outro site que vale mencionar é o IrishJobs. É tão completo quanto o Recruit Ireland, e oferece buscas por categorias, tipos de trabalho etc, sem contar que nele dá para escolher buscas diretas com os empregadores, sem passar por agências.

O Indeed, que temos aqui Brasil, também funciona muito bem na Irlanda. Como nos outros dois sites anteriores, nele é possível fazer buscas por diferentes tipos de funções, palavras-chave e outras opções.

Por fim, outro site confiável para se fazer buscas de empregos é o Neuvoo, que tem versão em português e reúne diversas oportunidades na Ilha Esmeralda. Foi esse site que o brasileiro Neubert (do vídeo acima) usou para conseguiu a vaga dele na Irlanda.

Como encontrar oportunidades de emprego na Irlanda vivendo no país

Quem mora na Irlanda também pode – e deve – procurar vagas de emprego no LinkedIn e em outros sites. No entanto, uma vantagem de quem está no país é justamente estar lá. E isso conta muito, em especial para seleção de profissionais para o setor de hotelaria, que foi onde trabalhei por quase um ano (essa história merece um post separado).

Uma das formas de encontrar emprego na Irlanda estando lá é sair pelas ruas distribuindo currículos. Pubs e mercadinhos em Dublin costumam colocar avisos nas portas com oportunidades. Isso também ocorre em outras cidades do país – no Brasil também é bem comum.

Cabe lembrar que essa estratégia de distribuir CVs ‘porta a porta’ não funciona muito bem para quem procura vagas em grandes empresas e em determinadas área, como TI, por exemplo. O processo de seleção nesses casos é geralmente demorado e feito por uma equipe de RH.

Esse ‘método antigo’ de bater perna atrás de emprego faz mais sentido para o intercambista em busca de vagas nos setores de alimentação, turismo, construção e hotelaria, por exemplo. Ou ainda para os brasileiros que se mudaram para lá sem a intenção de atuar na mesma área que trabalhavam no Brasil.

Grupos do Facebok também são locais ótimos para encontrar vagas de emprego na Irlanda, principalmente para quem já mora na nação. No Classificados Dublin, um dos grupos que reúne brasileiros que vivem no país, os integrantes sempre publicam oportunidades de trabalho.

Uma outra dica é justamente manter contato com a comunidade brasileira. Conterrâneos costumam ajudar um ao outro. Na época que fiz intercâmbio na Irlanda, por exemplo, eu consegui uma oportunidade graças a um amigo que trabalhava em um hotel e iria deixar o posto dele para voltar para o Brasil.

História de quem conseguiu vaga na Irlanda morando país

No Youtube, há dezenas de vídeos de “brasileuros” que conseguiram emprego na Irlanda alguns dias depois de pisar na Ilha. O Gabriel, do canal “No Mundo a Dois”, por exemplo, contou a história de um que conseguiu o primeiro job 48 horas após a chegada. Detalhe: o cara ainda não fala muito bem inglês.

Veja o vídeo:

Quer receber mais conteúdo como esse?

Cadastre-se em nossa newsletter. Prometemos não enviar nenhum tipo de spam.

Se gostou deste conteúdo, compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Sobre o Autor

Lucas Gabriel Marins

Lucas Gabriel Marins

Cofundador e editor do Brasileuro. É jornalista e mestre em comunicação internacional pela Universidade da Borgonha, na França. Já colaborou com diversos veículos de imprensa, como UOL, Gazeta do Povo e Agência Estadual de Notícias (AEN).

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *